terça-feira, 18 de novembro de 2014

Prefeito João Piquiá investe no interior e melhora estradas vicinais

Imagem: Carlos Alberto/ estrada próximo ao campestre
O Prefeito João Piquiá (PTB), através da Prefeitura de Sítio Novo vem realizando grandes investimentos no interior do município. Além de estradas recuperadas, posto de saúde estão sendo construídos.

posto de saúde/ Nova Veneza
No Povoado Nova Veneza, há um Posto de Saúde sendo construída e a previsão de entrega é para o próximo ano. Segundo informações, o posto prestará atendimento médico toda semana a população. Nova Veneza também foi contemplada com reforma de escolas e recuperação de ruas. Veja as imagens!

estrada dos goiânios próximo ao Campestre

Posto de Saúde Nova Veneza

Vereadora Valéria Noleto denuncia empresa prestadora de serviços de iluminação pública em Sítio Novo


Mais uma empresa prestadora de Serviços a Prefeitura de Sítio Novo é denunciada na Câmara de Vereadores por não prestar serviços adequadamente. A denúncia foi feita pela Vereadora Valéria Noleto (PRP), na sessão de segunda-feira (17).

De acordo com a vereadora, a empresa Rio Mulata Construções e Empreendimentos LTDA não vem repondo a iluminação pública como deveria, apesar de existir um contrato com a Prefeitura de Sítio Novo no valor de R$ 415 mil reais. 

Segundo ela, o objetivo do contrato é gerenciar o fornecimento de material de consumo e manutenção da rede de iluminação pública de Sítio Novo por um período de nove meses. 

Disse que tem recebido várias reclamações da população pelo fato das ruas está nas escuridões. Ela pediu ao líder do governo explicação sobre o caso.

domingo, 16 de novembro de 2014

Imagens do Dia: Empresa Serra Grande Construção deve ser denunciada por depositar lixo em local inapropiado

O Vice-Presidente do PT, Professor Abel, disse que encaminhará denúncia ao Ministério Público da Empresa Serra Grande Construções por está depositando lixo em local inapropriado; As margens da estrada vicinal Cajueiro a MA-280, lixos estão sendo depositados sem nenhum controle. Veja as imagens!




Prefeito João Piquiá mostra trabalho nas estradas vicinais de Sítio Novo

Imagem: Facebook Carlos Alberto
O Prefeito João Piquiá (PTB), vem realizando grandes trabalhos nas estradas vicinais de Sítio Novo. A parceria é entre a Prefeitura de Sítio Novo e o Incra  que tem contribuído para melhoria do acesso a população que mora nos locais de difícil acesso. 

Imagem: Facebook Carlos Alberto
Segundo o Prefeito, as ações de governo serão alcançadas a várias localidades, dentre elas estão os Assentamentos Montes das Oliveiras e Oziel Pereira, passando por Imbaúba, Fazenda Grande e Lagoa do Mato. Além das estradas, a Prefeitura tem recuperado várias pontes e mais recente, da região da Vargem Grande, foi entregue a população. 

Vereador Ivonildo denuncia precariedade na coleta de lixo em sessão na Câmara de Vereadores


Em sessão realizada na segunda-feira (10), o Vereador Ivonildo (PP) denunciou a empresa Serra Grande Construção LTDA, responsável pelo gerenciamento, manutenção e funcionamento da limpeza pública das vias e avenidas de Sítio Novo.

Segundo o vereador, a empresa não estaria cumprindo com suas obrigações e lixos estariam permanecendo nos locais por mais de cinco dias. Além disso, ele explica que os serviços prestados pela empresa são de péssima qualidade, já que as ruas permanecem cheia de areias e sujeiras. 

Ele citou como exemplo, um saco de lixo que permaneceu em frente a escola Complexo Escolar Deputado La Roque, de quinta-feira até segunda, com odores desagradáveis.

De acordo com o Vereador Ivonildo, a empresa Serra Grande, tem um contrato de R$ 792 mil reais para prestar serviço de limpeza urbana no período de 14/02/2014 a 31/12/2014.

Na sessão, o Vereador Marcelo Puluca (PTB) também questionou os motivos da precariedade dos serviços. Ele citou como exemplo os lixos que são derramados nas margens das estradas até chegar ao lixão.

sábado, 15 de novembro de 2014

PT de Sítio Novo já se mobiliza de olho na campanha de 2016

Membros da Executiva municipal do partido planeja estratégias e busca definir ações visando fortalecimento no no município e reaglutinação da oposição

Com o encerramento das eleições de 2014 o Partido dos Trabalhadores de Sítio Novo se organiza pensando nas próximas eleições municipais de 2016. 

Apesar de quase dois anos para se eleger prefeitos e vereadores, a política já se movimenta em busca de estratégias e articulações.

Com o foco na união das oposições, os petista promovem reuniões internas para iniciar o planejamento da eleição de 2016, buscando ampliar as vagas de vereância no município.

Já com a perspectiva de que o partido deva definir rumos para a disputa municipal, vice-presidente, Professor Abel, afirma que o processo eleitoral já começou. De fato, especulações e  possíveis nomes a disputa já são colocados em pautas.

São mais de 20 nomes que estão sendo estudados para o partido escolher e promover uma proporcional independente a qual, segundo o vice-presidente, pode eleger de dois a três vereadores.

De acordo com o vice-presidente do PT, Professor Abel, com a legenda pura é possível eleger vereadores com 100 a 150 votos dentro de um grupo independente.

Em relação a questão de prefeito, ele afirma que só será definido em setembro de 2015, antes do encerramento do prazo para novos filiados. Apesar de sua tendência declinar a favor de Wander Inácio, como candidato a prefeito, vários petistas demonstraram resistência ao nome e já sinua uma candidatura próprio do partido.

Uma nova reunião será realizada no dia 15 de dezembro, as 16 horas para avançar nas discussões. A presidente do partido, Marta Satiko Sekitante deverá está no encontro para sinalizar as diretrizes do partido.

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Maranhão se consolida como 4ª economia do Nordeste, diz IBGE


O Produto Interno Bruto (PIB) do Maranhão, que representa a soma de todas as riquezas produzidas no estado, saltou de R$ 52,1 bilhões em 2011 para R$ 58,8 bilhões em 2012, a preço de mercado corrente. Os números foram divulgados nesta sexta-feira (14) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Pelos dados confirmados pelo Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos (Imesc), o estado se consolidou como a 4a economia do Nordeste e a 16ado país, com uma participação de 1,3% no PIB nacional.

Entusiasmada com o resultado, a governadora Roseana Sarney lembrou que o PIB de R$ 58,8 bilhões, confirmado pelo IBGE, bate com as projeções feitas pelo Governo do Estado para o ano de 2012. “Recebemos com muito otimismo esse dados, que só reforçam o Maranhão como uma das mais importantes economias do país. Temos grandes empreendimentos que se instalaram, gerando novos negócios, emprego e renda, o que consequentemente impactou no crescimento do nosso PIB”, comemorou a governadora.

Roseana Sarney ressaltou que esse desempenho positivo da economia maranhense, mostra que o estado está no caminho do desenvolvimento e que a política de atração de investimentos traçada pelo seu governo, em 2009, foi acertada. “Hoje, estamos vendo o resultado de todo esse trabalho”, observou.

Para o secretário de Estado de Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Maurício Macedo, a tendência é de mais crescimento do PIB, tendo em vista os investimentos públicos e privados, que estão dando uma nova dinâmica à economia maranhense. “O Maranhão está crescendo, vários setores se desenvolveram, refletindo diretamente no PIB”, assinalou.

Quanto à taxa de crescimento do PIB, o IBGE divulgou apenas a variação do Brasil, que cresceu 1% em relação a 2011. O órgão justifica que em virtude dos trabalhos de construção de uma nova base das Contas Nacionais que terá como referência o ano base 2010, não será divulgado este ano o crescimento real do PIB nos estados.

O PIB per capita do Maranhão também avançou, saindo de R$ 7.852,71 em 2011 para R$ 8.760,34 em 2012.

Lei sancionada por Dilma ajuda a punir corruptores

Colunista do 247 Tereza Cruvinel ressalta que, "até aqui, o combate à corrupção mirava apenas os corruptos, lado mais fraco da corda, composto geralmente por funcionários públicos ou políticos", mas que "graças à Lei nº. 12.846 que a presidente Dilma sancionou no final de 2013 e entrou em vigor em janeiro passado", os corruptores agora estão sendo alcançados; prova disso são as prisões de executivos efetuadas nesta sexta-feira 14, pela sétima fase da Operação Lava Jato, atingindo nove grandes empresas; "As prisões de hoje são um sinal de que a lei pode pegar (...). Dilma e o atual Congresso, ambos apedrejados por conta dos ilícitos recentes, têm o mérito por estes avanços", afirma a jornalista


O combate à corrupção, que "até aqui mirava apenas os corruptos, lado mais fraco da corda, composto geralmente por funcionários públicos ou políticos", passa agora a atingir os corruptores, afirma Tereza Cruvinel, em nova coluna em seu blog no 247. Isso está sendo possível, acrescenta a jornalista, "graças à Lei nº. 12.846 que a presidente Dilma sancionou no final de 2013 e entrou em vigor em janeiro passado".

"Sua grande novidade foi definir como corruptores tanto as pessoas físicas como as pessoas jurídicas", explica Tereza. Leia um trecho do que prevê a lei:

Aplicada, a nova lei pode render a condenação criminal dos sócios e executivos e punirá as empresas com multas que variam de 0,1% a 20% sobre o faturamento bruto, nunca inferior ao valor da vantagem irregular conseguida. Se for impossível aferir esse montante, as multas irão de R$ 6 mil e R$ 60 milhões. A pena pode ser, inclusive, a de extinção da empresa, com perda total ou parcial dos bens, afora proibições diversas como a de voltar a fornecer ao Estado, obter crédito ou facilidades tributárias. Todas as pessoas jurídicas atingidas passam a figurar no Cadastro Nacional de Empresas Punidas (CNEP).

Tereza Cruvinel ressalta que as prisões de executivos efetuadas nesta sexta-feira 14, durante a deflagração da sétima fase da Operação Lava Jato pela Polícia Federal, que atingiu noves empreiteiras, entre as maiores do País, "são um sinal de que a lei pode pegar". "Dilma e o atual Congresso, ambos apedrejados por conta dos ilícitos recentes, têm o mérito por estes avanços", constata Tereza.

Leia aqui a íntegra de seu artigo.

FONTE: BRASIL 247

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Sítio Novo poderá ter a primeira mulher presidenta da Câmara de Vereadores


Há menos de trinta dias para a escolha do novo presidente da Casa Legislativa de Sítio Novo, várias especulações já começam circular na cidade. 

Segundo fontes, a vereadora Janete (DEM) já entrou em campo e poderá ser a primeira mulher a comandar a casa. 

Ela estaria nos bastidores buscando apoio da oposição para montar sua chapa e concorrer com o atual presidente Canário (PTB) ou com o Vereador Levi Marinho (PR), que deve retornar aos trabalhos legislativo.

Caso ela feche acordo com a oposição e receba o apoio do Vereador Marcelo Puluca (PTB) e da Vereadora Gracineide (PSD) poderá ser a primeira presidente mulher da Câmara de Vereadores.

Vereador Canário (PTB) ainda não desistiu do posto e trabalha nos bastidores pela reeleição. 

Resta apenas saber se o Vereador Levi Marinho (PR) voltaria ao cargo, caso contrário, é dado como certo que Canário seria reeleito presidente.

O Vereador Max Barbosa (PC do B), que atualmente assumi a vaga do Vereador Levi Marinho, afirma que ainda não há rumores de sua saída, mas se houver,será entendido dentro da normalidade.

O Vereador líder da oposição, Menervaldo (PRP) afirma que trabalha também para formar sua chapa e concorrer, mas precisaria do apoio dos governistas.  

Agora é aguardar e conferir!

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Prefeito João Piquiá prestigia posse de Grêmio Estudantil e entrega de premiação de alunos do programa atleta na escola


Na manhã desta quinta-feira (06), o Prefeito João Piquiá (PTB) prestigiou a posse do Grêmio Estudantil dos alunos da Escola Estadual Centro de Ensino Parsondas de Carvalho.

Além da posse, o encontro foi utilizado para entregar as medalhas aos alunos que participaram do Programa Atleta na Escola realizado na última sexta-feira (31).

Na ocasião, o Prefeito agradeceu o convite da direção da escola e parabenizou os alunos e os atletas por promoverem o evento. 

Disse que está trabalhando para construir uma escola de tempo integral com 12 salas climatizadas, prevista para ser iniciado no ano que vem.

Disse ainda que pretende reunir com o governador eleito Flávio Dino (PC do B) e solicitar uma melhoria nas condições físicas da escola Parsondas de Carvalho. 

Veja as fotos do evento!


Diretoria do Grêmio Estudantil
Premiação Atleta na Escola

























quarta-feira, 5 de novembro de 2014

PSDB e PT fazem a guerra. Quem perde é você

Ex-candidato tucano Aécio Neves fala em "grande exército a favor do Brasil"; em retribuição, página do PT no Face convoca: "Militância, às armas!"; mesmo que em sentido figurado, radicalização É respondida com radicalização; num país de frágil tradição democrática como o Brasil, discursos belicosos ao inconsciente coletivo sempre serviram a interesses antipopulares; onde essa brincadeira com fogo entre os dois principais partidos políticos do Brasil vai parar?; em 1964, UDN versus PTB deu no que deu


PSDB e PT estão brincando com fogo – e quem pode sair queimada é a democracia brasileira. Depois de um show eleitoral que eletrizou o País, repleto de surpresas, viradas e uma disputa voto a voto que resultou sim numa vitória apertada, mas limpa e legítima, a reeleição da presidente Dilma Rousseff vai sendo questionada de maneira perigosa. Não apenas, igualmente vai sendo defendida de um modo bastante arriscado.

Na terça-feira 4, enquanto o ex-candidato tucano falou em chamar para o seus domínios um "grande exército a favor do Brasil", a resposta do comando petista foi um panfleto eletrônico, via Facebook, no qual se convoca: "Militância, às armas!". Tudo no sentido figurado, mas essas são as palavras que atingirão o público. Nessa batida, que se dá antes mesmo de serem completadas duas semanas do final da campanha eleitoral, onde se quer chegar?

Tanto na recusa ao diálogo com o governo, posição professada do ex-presidente Fernando Henrique ao ex-candidato a vice Aloysio Nunes, como na dificuldade da cúpula do PT em se posicionar além e acima dessas provocações de viés estudantil – logo um partido que venceu uma, duas, três e quatro eleições presidenciais seguidas – mora o perigo. No meio destes opostos, corre solta uma nova direita de cunho golpista, que já demonstrou a capacidade de ocupar a maior avenida de São Paulo, no sábado 1, sem ser incomodada.

SÓ POR HIPÓTESE - O risco não é pequeno. Tome-se a hipótese, neste vácuo de diálogo entre os partidos envolvidos diretamente na peleja, de um ato qualquer de violência. O que pode acontecer? Neste momento, caso o "exército" a que Aécio se referiu se depare nas ruas com "as armas" da militância petista, o que haveria com quem apenas e simplesmente foi às urnas escolher o candidato que considerou mais preparado para dirigir o País?

Em 1964, a resposta para os movimentos de desestabilização ao presidente João Goulart, a partir da renúncia embriagada do titular Jânio Quadros, em 1961, resultou numa ditadura de matou, torturou e reinou pelos seguinte 21 anos. As promessas de limpeza da corrupção, saneamento dos partidos, eleições presidenciais logo em seguida emprestaram até mesmo uma certa legitimidade, de um ponto de vista à direita, ao golpe militar – de resto imediatamente ratificado pelo Congresso, que declarou vago o cargo de presidente da República.

Exagero? Em termos. Alertar agora sobre o que pode acontecer quando se mexe no inconsciente coletivo com o uso de imagens belicosas – repita-se, exército, armas etc. – é apenas ser responsável.

A sociedade brasileira cresceu, se desenvolveu e é hoje, sem dúvida, muito mais complexa do que a daqueles tempos. Porém, ainda é a sociedade brasileira, nitidamente dividida em classes de interesses conflitantes e ideologias díspares. Um fósforo aceso ainda pode, da mesma maneira que ontem, causar uma fogueira, e mais uma e mais outra até provocar um grande incêndio.

É de se admirar, negativamente, que chefes partidários experientes como são os do PSDB admitam o confronto permanente com a presidente reeleita, como se revela em todas, sem exceção, manifestações de quadros como os próprios Aécio e FHC, além de Goldman, Nunes e outros menos famosos.

Note-se: o senador eleito José Serra, que assim como eles sofreu com a ruptura democrática, mas, mais que eles, foi perseguido de morte logo após o abril de 64, não entrou nessa vibe, como diz a juventude que frequenta as baladas. Está quieto, certamente não gostando nada nada do que está ouvindo.

Igualmente é de se espantar que o comando do PT tome para si a mesma retórica da guerra, ao chamar a militância às armas, quando até o vão livre do Masp sabe que quem sempre sempre perde nessa disputa é a esquerda.

Note-se 2: Lula, que cresceu como sindicalista debaixo da ditadura grossa, é outro que está na moita sobre esse tema, certamente guardando para si o crédito de agir, se necessário for, como bombeiro – e não como incendiário - se o fogo pegar.

CANOA FURADA - No dia 15, os cerca de 2,5 mil manifestantes que tomaram no dia 1 a avenida Paulista com um passeata repleta de discursos antidemocráticos, outra vez prometem sair às ruas. E acreditam que serão mais. Se a moda avança, quem vai segurar a fúria da massa?

O comando PT está mostrando que ainda sofre de falta de maturidade, ao querer medir forças com o PSDB no terreno proposto pelo adversário, que é o da confusão, o do "grande exército". Nas portas das muitas sedes que o partido tem em todo o País, valeria colocar um aviso de que, sim, o PT ganhou as eleições – e por isso mesmo é o mais interessado, em lugar de fazer a guerra dos provocadores, na promoção da paz.

Com essa maneira de chamar militantes às armas, ainda que em sentido figurado, como fez Aécio com seu exército, o partido embarca direitinho na canoa furada que os tucanos lhe oferecem. Vai chegar bem longe nela, ô se vai...

FOTE: 247BRASIL

terça-feira, 4 de novembro de 2014

DINO: PC do B fará revolução burguesa no Maranhão

'Esse é o nosso desafio, fazer uma revolução democrática burguesa. Garantir o cumprimento da lei, dos contratos, incentivar os investidores privados, novas formas de organização do Estado que contemplem a participação popular ', disse o governador eleito do Maranhão, Flávio Dino; segundo ele, as últimas gestões tiveram "medo do capitalismo" porque haveria nesse sistema a "concorrência, o livre mercado, o fim a privilégios de castas ou de estamentos que explicavam esse poder absoluto que eles [família Sarney e seus aliados] ostentavam"


Eleito governador do Maranhão, Flávio Dino, afirma que o Partido Comunista do Brasil (PC do B) ajudará a promover a "revolução burguesa" no Estado "com 300 anos de defasagem".

'Esse é o nosso desafio, fazer uma revolução democrática burguesa. Garantir o cumprimento da lei, dos contratos, incentivar os investidores privados, novas formas de organização do Estado que contemplem a participação popular ', disse em entrevista à “Folha de S. Paulo”.

Segundo ele, as últimas gestões tiveram "medo do capitalismo" porque haveria nesse sistema a "concorrência, o livre mercado, o fim a privilégios de castas ou de estamentos que explicavam esse poder absoluto que eles [família Sarney e seus aliados] ostentavam" (leia mais).

sábado, 1 de novembro de 2014

"No decemestre, recursos de Sítio Novo tem percentuais dobrado em relação a 2013", diz sindicato

Observando a tabela de recursos constitucionais depositado no Banco do Brasil, no período de dez meses, Sítio Novo teve percentuais dobrado quando comparado ao ano anterior.

De acordo com a tabela que está sendo formatada pelo Sindicato dos Servidores (SINSERPSINO), o aumento em 2014 chega a 16,31%.

Nas colunas são colocados os créditos e débitos mês a mês e ano a ano, desde de 2011 a 2014. A diferença entre crédito e débito é resultada no final da planilha e é identificada como líquido e se encontra em negrito.

Esses valores, são o que a Prefeitura recebeu ao longo dos dez meses.

Em 2011, Sítio Novo recebeu nos dez meses um valor líquido de R$15.017.014,01, enquanto em 2012 no mesmo período foi de R$ 15.317.497,82 um aumento de 2,0%. 

Já em 2013 o valor foi superado em R$ 16.574.629,24, comparado com o ano anterior, um aumento de 8,20%.

Em 2014, o acumulado nos dez meses é de R$ 19.278.532.77, um aumento de 16,31% aproximadamente, o dobro do percentual anterior.

Com este aumento, o sindicato dos servidores já prepara o Acordo Coletivo de Trabalho 2015, em que pedirá a incorporação imediata da insalubridade e periculosidade aos servidores que tem direito. 

Além disso, será cobrado um vale alimentação de R$ 300,00 para todos os servidores. Atualmente o vale alimentação está fixado em R$ 110,00.

Outro destaque que estão sendo preparados, são os percentuais em relação aos níveis de formação dos professores, que atualmente não ultrapassa 7%.

Um estudo está sendo realizado pelo sindicato para apresentar a gestão.