quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Prefeitura de Sítio Novo encaminha projeto de Lei a Câmara de Vereadores que estabelece acordo coletivo de trabalho 2014 do SINSERPSINO

A Prefeitura de Sítio Novo, através do Prefeito João Piquiá (PTB), encaminhou nesta terça-feira (19) o Projeto de Lei nº 023/2014 que estabelece a Proposta de Termo Coletivo de Trabalho 2014, celebrado entre a Prefeitura de Sítio Novo e o Sindicato dos Servidores e Servidoras do Serviço Público Municipal de Sítio Novo-MA (SINSERPSINO).

No Projeto é assegurado todas as cláusulas discutida com o Sindicato inclusive o pagamento retroativo a 1º de junho de 2014. 

Apesar da sessão ter quorum de vereadores, a votação do Projeto foi adiado para esta segunda-feira (25), já que o Projeto foi Encaminhado sem o Anexo I, de que trata o artigo 3º § 2º  da Lei 354/2012. 

Veja a íntegra do Projeto:





FONTE: ASCOM/SINSERPSINO

terça-feira, 19 de agosto de 2014

O blog de Jorge Aragão apontou os prováveis eleitos a Deputado Federal e Estadual no Maranhão

Após conversas com analistas, Jorge Aragão publicou em seu blog os principais Deputados Federal e Estadual que sairão vitoriosos nesta eleição: 


Veja as matérias:

O Blog, após conversar com alguns analistas políticos, publica a relação dos principais candidatos a deputado federal no Maranhão. O Blog fez o levantamento por coligação e dividiu em aqueles que estariam “eleitos” e aqueles que brigam por “vagas”.

No entanto, o Blog deixa claro que o levantamento pode obviamente sofrer algumas modificações, afinal ainda faltam aproximadamente 50 dias para as eleições do dia 05 de outubro. O Blog tem a intenção de fazer outras duas listas, uma no mês de setembro e outras ás vésperas da eleição e poderemos ver se teremos alguma modificação.

Coligação “Pra Frente Maranhão” (PMDB – PV – PRB – PTB – DEM e PR) – 6 ou 7 vagas
Eleitos: Pedro Fernandes (PTB), Sarney Filho (PV) e Cléber Verde (PRB);
Brigando: Victor Mendes (PV), Hildo Rocha (PMDB), Sétimo Waquim (PMDB), Alberto Filho (PMDB), João Marcelo (PMDB), Chiquinho Escórcio (PMDB), Davi Júnior (PR) e Paulo Marinho Júnior (PMDB);

Coligação “Democrata Trabalhista” (PRP – PRTB – PTN – PSDC e PSL) – 3 vagas
Eleito: Juscelino Filho (PRP);
Brigando: Ricardo Archer (PSL), Pereirinha (PSL), Chico Coelho (PSL) e Aluísio Mendes (PSDC);

Coligação “Por um Maranhão mais forte” (PEN – PTdoB – PSC – PMN e PHS) – 2 ou 3 vagas
Eleito: André Fufuca (PEN)
Brigando: Júnior Marreca (PEN), Costa Ferreira (PSC), Lourival Mendes (PTdoB) e Dalton Arruda (PTdoB)

Coligação “Coligação pra seguir em frente com muito mais mudança” (PT e PSD) – 1 ou 2 vagas
Eleito: Zé Carlos (PT)
Brigando: Fábio Godin (PT) e Cláudio Trinchão (PSD)

Coligação “Todos pelo Maranhão” (PCdoB – PSDB – PSB – PPS – PP e SD) – 5 ou 6 vagas
Eleitos: Rubens Júnior (PCdoB), João Castelo (PSDB) e Zé Reinaldo (PSB)
Brigando: Eliziane Gama (PPS), Waldir Maranhão (PP), Domingos Dutra (SD), Simplício Araújo (SD) e Luana Alves (PSB)

Coligação “Todos pelo Maranhão 2” (PDT – PTC – PROS) – 1 ou 2 vagas
Eleito: Weverton Rocha (PDT)
Brigando: Julião Amin (PDT), Deoclídes Macedo (PDT) e Rosangela Curado (PDT)

Daqui a pouco o Blog postará a relação dos eventuais eleitos e dos que estão brigando para as vagas de deputado estadual no Maranhão.



DEPUTADO ESTADUAL



Conforme prometido, o Blog publica a relação dos principais candidatos a deputado estadual no Maranhão. O levantamento foi feito por coligação e dividiu em aqueles que estariam “eleitos” e aqueles que brigam por “vagas”.

No entanto, o Blog deixa claro que o levantamento pode obviamente sofrer algumas modificações, afinal ainda faltam aproximadamente 50 dias para as eleições do dia 05 de outubro. O Blog tem a intenção de fazer outras duas listas, uma no mês de setembro e outras ás vésperas da eleição e poderemos ver se teremos alguma modificação.

Coligação “Pra Frente Maranhão” (PMDB – PV – PRTB – PTB – DEM – PR – PTdoB e PSC) – 15 ou 16 vagas
Eleitos: Andrea Murad (PMDB), Roberto Costa (PMDB), Max Barros (PMDB), César Pires (DEM), Antônio Pereira (DEM), Edilázio Júnior (PV), Adriano Sarney (PV), Rogério Cafeteira (PSC) e Stênio Rezende (PRTB);
Brigando: Nina Melo (PMDB), Josimar de Maranhãozinho (PR), Hélio Soares (PMDB), Carlos Filho (PRTB), Manoel Ribeiro (PTB), Afonso Manoel (PMDB), Rigo Teles (PV), Fábio Braga (PTdoB), Léo Cunha (PSC), Hemetério Weba (PV), Socorro Waquim (PMDB) e Priscilla Louro (PR);

Coligação “Força Jovem” (PTN – PRP e PSDC) – 2 ou 3 vagas
Eleito: Marcos Caldas (PRP);
Brigando: Alexandre Almeida (PTN), Souza Neto (PTN) e Paulo Neto (PSDC);

Coligação “Vamos Juntos Maranhão” (PEN – PSD – PMN e PHS) – 3 ou 4 vagas
Eleitos: Jota Pinto (PEN) e Eduardo Braide (PMN)
Brigando: Carlinhos Florêncio (PHS), Ricardo Rios (PEN), Zé Eider (PMN) e Sérgio Vieira (PEN)

PSL – 1 ou 2 vagas
Brigando: Édson Araújo, Graça Paz e Roma

PRB – 2 ou 3 vagas
Eleito: Glalbert Cutrim
Brigando: Júnior Verde, Ana do Gás e Dr. Pádua

PT – 2 ou 3 vagas
Brigando: Francisca Primo, Zé Inácio, Yglesio Moyses, Valdinar Barros, Fernando Silva e Fransuila;

Coligação “Todos pelo Maranhão” (PCdoB – PSDB – PSB e PDT) – 8 ou 9 vagas
Eleitos: Humberto Coutinho (PDT), Othelino Neto (PCdoB), Neto Evangelista (PSDB) e Bira do Pindaré (PSB)
Brigando: Fábio Macedo (PDT), Rafael Leitoa (PDT), Raimundo Cutrim (PCdoB), Valéria Macedo (PDT), Ivaldo Rodrigues (PDT), Gardênia Castelo (PSDB), Telma Pinheiro (PSDB), Carlinhos Amorim (PDT) e Camilo Figueiredo Filho (PCdoB)

Coligação “Para um Novo Maranhão” (PPS – PROS – PP e SD) – 2 ou 3 vagas
Brigando: Rildo Amaral (SD), Wellignton do Curso (PPS), Patrícia Vieira (PROS), Vieira Lima (PPS), Levi Pontes (SD) e Calvet Filho (PPS)

PTC – 1 ou 2 vagas
Eleito: Edivaldo Holanda
Brigando: Nonato Aragão



segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Data Folha: Marina empata com Dilma no 2º turno

Candidata substituta de Eduardo Campos pelo PSB, Marina Silva obtém 21% das intenções de voto na pesquisa realizada após a morte do ex-governador e ultrapassada o tucano Aécio Neves, que marcou 20%; presidente Dilma tem 36%; na simulação de segundo turno, a ex-senadora fica numericamente à frente de Dilma, com 47% contra 43% – resultado é considerado empate técnico diante da margem de erro de dois pontos para mais ou para menos; já contra Aécio, Dilma venceria na segunda fase por 47% a 39%


SÃO PAULO (Reuters) - A ex-senadora Marina Silva apareceu em empate técnico na corrida presidencial com Aécio Neves (PSDB) no primeiro turno e com Dilma Rousseff (PT) no segundo turno, nas duas situações à frente dos adversários dentro da margem de erro, mostrou a primeira pesquisa eleitoral após a trágica morte do candidato Eduardo Campos (PSB).

Segundo o Datafolha, Marina, que deve ser confirmada candidata do PSB à Presidência da República nesta semana, aparece na disputa com 21 por cento das intenções de voto, acima dos 20 por cento de Aécio e atrás de Dilma, com 36 por cento.

Já na simulação de segundo turno, Marina fica numericamente à frente de Dilma, com 47 por cento das intenções de voto contra 43 por cento da presidente que busca a reeleição.

No primeiro turno contra Aécio e no segundo contra Dilma, trata-se de uma situação de empate técnico, já que a margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

De acordo com o Datafolha, em um segundo turno entre Dilma e Aécio, a presidente venceria por 47 por cento a 39 por cento, o que representa uma vantagem da petista sobre a sondagem anterior em julho, que mostrava 44 por cento a 40 por cento, com empate técnico naquela ocasião dentro da margem de erro.

Os números do Datafolha afastam a hipótese de conclusão da eleição presidencial no primeiro turno, porque Marina tem quase três vezes as intenções de voto de Campos, que aparecia com 8 por cento, com a ex-senadora atraindo eleitores que antes se diziam sem candidato.

O presidenciável do PSB morreu na última quarta-feira, dia 13, em um acidente de avião no litoral de São Paulo. A morte repentina de Campos colocou Marina, sua vice na chapa, como nome natural a assumir a candidatura pelo PSB.

A entrada da ex-senadora na corrida presidencial não tira votos dos dois principais adversários: Dilma aparecia com os mesmos 36 por cento e Aécio com 20 por cento na pesquisa anterior feita pelo Datafolha.

As intenções de voto nulo ou em branco caíram de 13 por cento na pesquisa anterior para 8 por cento, enquanto os indecisos recuaram de 14 por cento para 9 por cento agora, disse o Datafolha.

O Datafolha ouviu 2.843 eleitores em 176 municípios em 14 e 15 de agosto. Números da pesquisa foram disponibilizados em reportagem no site do jornal Folha de S. Paulo na madrugada desta segunda-feira.

(Por Cesar Bianconi)

FONTE: BRASIL 247

sábado, 16 de agosto de 2014

Reviravolta eleitoral reacende " Volta, Lula"

Ala defensora da candidatura de Lula afirma que resultado do Datafolha que vai testar o poder de urna de Marina Silva sobre a reeleição de Dilma será decisivo para pressionar uma substituição no PT; grupo, composto por lideranças petistas, mas também por empresários descontentes com a gestão atual, teme que a ex-senadora apareça nas próximas pesquisas eleitorais com chances reais de vitória

Principais defensores do ‘Volta, Lula’ veem na substituição de Eduardo Campos (PSB) por Marina Silva como um sinal de alerta para o PT. 

O grupo, composto por lideranças petistas, mas também por empresários descontentes com a gestão de Dilma Rousseff, teme que a ex-senadora apareça nas próximas pesquisas eleitorais com chances reais de vitória, impulsionada pela comoção da trágica morte de Campos e pelo desejo de mudança.

Lulistas afirmam que resultado do Datafolha que vai testar o poder de urna de Marina Silva sobre a reeleição de Dilma será decisivo para pressionar a substituição. A lei eleitoral permite que isso aconteça até 20 dias antes do primeiro turno, ou até 15 de setembro.

FONTE: BRASIL 247

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Ex- Prefeito de Sítio Novo, Dr. Sansão reúne lideranças e populares e apresenta Chiquinho Escórcio como seu deputado federal


O Ex- Prefeito de Sítio Novo, Dr. Sansão reuniu na noite desta quinta-feira (14), lideranças e populares para apresentar seu Deputado Federal Chiquinho Escórcio.

Iniciou destacando a desaprovação de suas contas do seu último exercício, em que 6 vereadores votaram pela aprovação e 5 pela rejeição.  Ele afirmou que a atitude dos vereadores contrários, votaram por questões políticas, mas que irá recorrer as instâncias judiciárias pela aprovação. 

Dr. Sansão criticou que a campanha de Edinho Lobão (PMDB) está muito tímida no município e que há uma necessidade de seu grupo se envolver na campanha e deixar a ciumeira de lado. "O nosso grupo é este, os de lá estão buscando espaço aqui, mas este grupo é que tem a capacidade de ajudar as pessoas" declarou

Após várias críticas da atual gestão, Dr. Sansão apresentou Chiquinho Escórcio que realizou um grande discurso. A principal expressão da noite e que levou vários aplausos dos espectadores foi quando ele afirmou " ou o Brasil acaba a FUNAI ou a FUNAI acaba com o Brasil" numa referência de uma grande área que os indígenas pretende ocupar na região

VEJA AS FOTOS DO EVENTO
























quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Pesquisa Econométrica censurada por Flávio Dino mostra empate técnico, com Lobão Filho à frente: 39X38…

TRE autorizou a publicação do item que trata da relação dos candidatos com os presidenciáveis e mostra peemedebista na dianteira, com apoio de Dilma

Lobao-Filho-e-Dilma-1
Com apoio de Dilma, Lobão supera Dino…
aecio-e-flavio-dino
…que tem o apoio de Aécio Neves
Está explicado o motivo que levou o candidato do PCdoB, Flávio Dino, a entrar na Justiça contra a pesquisa Econométrica, registrada no final de julho sob o protocolo 00029/2014: é que o eleitor maranhense rejeita a aliança entre Dino e Aécio Neves, e confirma apoio à aliança entre Dilma Rousseff (PT) e Lobão Filho, resultando em empate técnico, com o candidato do PMDB à frente do comunista: 39,4% X 38,8%.

A pesquisa censurada por Dino foi autorizada ontem pela desembargadora Alice de Sousa Rocha, que deferiu o Mandado de Segurança nº 1146-06/2014.

O levantamento deveria ter sido publicado pelo jornal O Imparcial, no final de julho, mas só teve uma parte autorizada. Flávio Dino conseguiu Liminar na Justiça para questionar a parte que tratava da relação dele com o candidato a presidente Aécio Neves (PSDB) – e de Lobão Filho com Dilma Rousseff (PT).

A pergunta era a seguinte: “Em relação aos apoios políticos, em qual destes candidatos o Sr. (a) votaria? 1 – Lobão Filho com o apoio de Lula e Dilma; 2- Flávio Dino com apoio de Aécio Neves, José Serra e Fernando Henrique Cardoso; 3- Nulo; 4 – NS/NR.”

Respondendo a este quesito, 39,4% disseram preferir Lobão com o apoio de Dilma e Lula, e outros 38,8%% optaram por Flávio Dino com apoio de Aécio, Serra e FHC. (ver gráfico abaixo)

E foi justamente por causa do empate que o comunista decidiu censurar a pesquisa.


Ele alegou à Justiça Eleitoral que a Econométrica não indicou “critérios objetivos para escolha dos nomes dos políticos apontados como apoiadores desses dois candidatos”.

Ora, o critério é um só, público e notório: Flávio Dino tem aliança com o PSDB no Maranhão, partido ao qual pertencem FHC, Serra e Aécio Neves – que inclusive indicou seu vice. E lobão tem o apoio do PT, de Lula e de Dilma.

Tanto que a própria desembargadora acatou o argumento da Econométrica.

- Entendo razoáveis os argumentos da Impetrante , ao considerar o quadro político nacional para a indicação dos nomes dos apoiadores constantes no quesito, visto que o PT nacional (que tem como filiados Lula e Dilma), de fato, encontra-se coligado em âmbito estadual com o PMDB, partido do candidato Lobão Filho, ao passo que o PSDB nacional (que tem como filiados Aécio Neves, José Serra e Fernando Henrique Cardoso) encontra-se coligado no âmbito estadual com o PCdoB, partidodo candidato Flávio Dino - argumentou a juíza em seu despacho.

O que desfaz totalmente o argumento do comunista e autoriza os números da pesquisa…

Fator Marina complica campanhas de Aécio e Dilma, diz Paulo Moreira Leite

Em análise sobre o impacto político da morte precoce de Eduardo Campos, o jornalista Paulo Moreira Leite, diretor do 247 em Brasília, avalia que Marina Silva será a nova aposta de setores conservadores em razão de um grande receio, o "de que Aécio Neves já tenha chegado a seu limite eleitoral"; no entanto, ela avalia que as dificuldades e incertezas criadas pela eventual entrada de Marina na disputa atingem tanto Aécio como a presidente Dilma Rousseff; segundo ele, Marina "pode atropelar Aécio"e tirá-lo da briga; Dilma também perde porque contava com o apoio histórico do PSB numa eventual disputa contra o tucano, no segundo turno




247 - Em artigo sobre o impacto da morte precoce de Eduardo Campos, Paulo Moreira Leite, diretor do 247 em Brasília, avalia que a eventual entrada de Marina Silva na disputa eleitoral cria problemas tanto para o tucano Aécio Neves, como para a presidente Dilma Rousseff.

No texto "É fácil entender por que os conservadores preferem Marina", ele aponta dificuldades imediatas para Aécio no primeiro turno e problemas para Dilma num segundo turno.

"A falta de cerimonia exibida por tantos colunistas conservadores para emplacar Marina Silva de qualquer maneira como candidata presidencial do PSB, menos de 24 horas depois da morte de Eduardo Campos, é um sintoma de vários elementos da campanha de 2014. O maior é o receio de que Aécio Neves já tenha chegado a seu limite eleitoral – muito longe daquilo que seria necessário para dar a seus aliados esperanças reais de vencer o pleito – e é preciso encontrar um atalho para tentar derrotar Dilma. Desse ponto de vista, a oportunidade-Marina veio a calhar", diz ele.

Segundo PML, Aécio estaria correndo o risco de não disputar o segundo turno. "A popularidade de Marina provoca justo temor no PSDB, pois pode transformar-se numa candidatura capaz de atropelar Aécio e jogá-lo para terceiro lugar e fora da campanha no segundo turno, o que seria, para os tucanos, uma derrota pior que todas as outras desde 2002", afirma.

Na sua análise, Dilma também perde, em razão dos riscos que um incerto segundo turno trariam para a sua reeleição. "Os petistas sempre estiveram convencidos de que, num segundo turno, a maioria dos parlamentares, dirigentes e eleitores do PSB não serão capazes de abandonar a própria história para votar no PSDB, que sempre denunciaram como partido conservador, e farão o caminho de volta para uma aliança com o PT. Era com essa possibilidade que Dilma e Lula sempre trabalharam nos últimos meses. Evitaram atitudes hostis e indelicadas, reservado a artilharia mais pesada para Aécio. Qualquer mudança, neste horizonte, irá atrapalhar os planos de Dilma".

Leia, a íntegra, no blog de Paulo Moreira Leite.

SINSERPSINO contacta Ministério Público sob denúncia da creche proinfância

Na manhã desta quarta-feira (13), por volta das 10:00 horas, o Sindicato dos Servidores e Servidoras do Serviço Público Municipal de Sítio Novo-MA (SINSERPSINO), através do seu Presidente, Professor Abel, contactou o Ministério Público para acompanhar a denuncia realizada no dia 28 de julho 2014, referente a creche pró-infância abandonada.

De acordo com o Presidente, o Ministério Público informou que já encaminhou a Prefeitura de Sítio Novo Ofício solicitando informações a respeitos do tipo de convênio e contrato realizado.

A creche está vinculada ao programa do governo federal, Pro-infância, orçada em R$ 1.105.162,15 e segundo informações a obra está parada por irregularidades e rompimento de contratos.

Com a obra parada, o sindicato alega que inúmeras crianças que poderiam está sendo beneficiadas com o programa está fora sala, prejudicando inclusive o aumento do FUNDEB.

Para o sindicato, a diminuição de matrícula irá gerar nos próximos anos uma queda de receita, a exemplo do que aconteceu em 2012. 

Diz ainda, que sem uma creche a Prefeitura de Sítio Novo, obriga-se a alugar casas com aluguéis altos, aumentando despesas e prejudicando aumento de salários dos profissionais da educação.

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

A morte de Eduardo Campos e os efeitos na eleição maranhense…

http://imgsapp.oimparcial.com.br/app/noticia_130321921166/2014/07/26/157474/20140726090417641769u.jpg
Dino tinha Eduardo Campos como um de seus candidatos
O candidato do PSB a presidente, Eduardo Campos – que morreu hoje em um acidente aéreo em Santos (SP) – era um dos dois apoiados pelo candidato comunista Flávio Dino no Maranhão.

O outro aliado de Dino é Aécio Neves (PSDB), que esteve ontem em Imperatriz.

Com a morte de Campos, a candidatura do PSB deve ser herdada por sua vice, a ex-ministra Marina Silva, que só não foi candidata por que a Justiça Eleitoral não aprovou 
o registro de seu partido, o Rede Sustentável.


Eliziane é mais ligada a Marina Silva

Aliás, muitos analistas diziam que Marina seria a substituta natural de Eduardo Campos, caso ele não viabilizasse sua candidatura até o fim do prazo das convenções.

Agora, a ex-ministra ganha a condição de ser candidata, com a possibilidade de ser a grande líder de um partido que nem era seu. Mas esta condição vem e em uma circunstância trágica – o que pode levar a ela não aceitar a substituição.

No Maranhão, a liderança mais ligada a Marina Silva é a deputada estadual Eliziane Gama (PPS), que poderia ser hoje candidata a governadora, mas desistiu para se aliar a Flávio Dino e disputar uma improvável vaga na Câmara Federal.

Os fatos – trágicos ou não – mostram a Eliziane Gama como um passo errado pode mudar uma história política.

Mas esta é uma outra história... 

Morte de Eduardo Campos choca Brasil e muda sucessão presidencial

terça-feira, 12 de agosto de 2014

MP constata professores irregulares em escola municipal de Imperatriz.

Jornal da Difusora


IMPERATRIZ:
IMPERATRIZ:
Promotores encontram professores sem concurso e sem conrtato em sala de aula

Na última quinta-feira, o Ministério Público representado pelo promotor de justiça, Joaquim Júnior, juntamente ao defensor público, Fábio Souza de Carvalho, realizou inspeção na escola municipal Maria das Neves Marques de Souza após denúncia de que dois professores que não eram concursados nem possuíam qualquer vínculo contratual estavam lecionando para turmas de 6º ano. Uma das professoras é irmã da diretora da escola. A denúncia foi feita no dia 5 de agosto por uma mãe de uma aluna da escola. A denunciante afirmou que, devido a greve, apenas duas turmas estão tendo aula das disciplinas de matemática e ciências e que as professoras em exercício não são contratadas e nem concursadas. Em visita de inspeção, Ministério Público e Defensoria constataram a veracidade da denúncia. Em depoimento, a diretora da escola confirmou a versão e justificou a prática como uma maneira de não prejudicar os alunos por causa da greve. Todos responderão por improbidade administrativa e pelo crime de usurpação de função pública, cuja pena pode chegar a 2 (dois) anos de detenção. O Secretário de Educação e Prefeito Municipal também podem ser responsabilizados pela omissão em fiscalizar e combater essa prática. Outras inspeções em unidades escolares serão agendadas pelo Ministério Público. Em Imperatriz, segundo dados da Secretaria de Desenvolvimento Humano (2000), o contingente de alunos matriculados no Ensino Fundamental é de 67.614, sendo 57,85% municipais o que totaliza 139 escolas.
Fonte: Ministério Público
Promotores encontram professores sem concurso e sem conrtato em sala de aula

Na última quinta-feira, o Ministério Público representado pelo promotor de justiça, Joaquim Júnior, juntamente ao defensor público, Fábio Souza de Carvalho, realizou inspeção na escola municipal Maria das Neves Marques de Souza após denúncia de que dois professores que não eram concursados nem possuíam qualquer vínculo contratual estavam lecionando para turmas de 6º ano. 

Uma das professoras é irmã da diretora da escola. A denúncia foi feita no dia 5 de agosto por uma mãe de uma aluna da escola. A denunciante afirmou que, devido a greve, apenas duas turmas estão tendo aula das disciplinas de matemática e ciências e que as professoras em exercício não são contratadas e nem concursadas. 

Em visita de inspeção, Ministério Público e Defensoria constataram a veracidade da denúncia. Em depoimento, a diretora da escola confirmou a versão e justificou a prática como uma maneira de não prejudicar os alunos por causa da greve. 

Todos responderão por improbidade administrativa e pelo crime de usurpação de função pública, cuja pena pode chegar a 2 (dois) anos de detenção. 

O Secretário de Educação e Prefeito Municipal também podem ser responsabilizados pela omissão em fiscalizar e combater essa prática. 

Outras inspeções em unidades escolares serão agendadas pelo Ministério Público. Em Imperatriz, segundo dados da Secretaria de Desenvolvimento Humano (2000), o contingente de alunos matriculados no Ensino Fundamental é de 67.614, sendo 57,85% municipais o que totaliza 139 escolas.

Fonte: Ministério Público

Imagens do dia: Aécio Neves é recebido com vaias por professores que estão em greve há mais de 100 dias



Apesar do Prefeito Madeira ter encaminhado Contra Proposta de pagar 6% de reajuste parcelado em três vezes de 2%, categoria decidiram em Assembléia manter a greve por tempo inderterminado

Roseana Sarney entregará mais 60 ônibus escolares a municípios



A governadora Roseana Sarney entrega, nesta terça-feira (12), às 10h, no Palácio dos Leões, 60 ônibus escolares a 60 municípios, beneficiando 18,2 mil estudantes. Este é o segundo lote de um total de 136 veículos adquiridos em parceria com o Governo Federal, por intermédio do Plano de Ações Articuladas (PAR/Estadual), no Programa Caminho da Escola, do Ministério da Educação.

Por meio do PAR/Estadual, a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) solicitou ao Governo Federal, ano passado, 200 ônibus para o transporte escolar em municípios maranhenses, sendo que desse total, 136 já tiveram a entrega autorizada.

No mês de maio, foram entregues 61 ônibus pequenos (capacidade para 25 estudantes) e 14 ônibus grandes (capacidade para 46 alunos). Os veículos foram encaminhados pelo Governo às Prefeituras, que são os entes executores do transporte escolar dos alunos da educação básica (que inclui os ensinos fundamental e médio).

O investimento é da ordem de R$ 29.861.280,00, recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE/MEC).

Documentação – Para serem devidamente liberados para entrega aos Municípios, todos os ônibus passaram por vistoria para regularização documental, incluindo inspeção para a verificação dos itens de segurança necessários ao transporte de estudantes. O processo é realizado de forma minuciosa, atendendo aos critérios do programa do MEC.

Nesse processo, houve inspeção dos veículos feita pela empresa responsável pelo fornecimento, para atestar se não houve avaria durante o transporte, como também por parte do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). Além disso, a Seduc fez o controle de qualidade dos veículos e o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) efetuou vistoria e emplacamento.

Municípios que irão receber os ônibus – Afonso Cunha, Água Doce do Maranhão, Alcântara, Apicum-Açu, Arari, Bacabal, Bacabeira, Barra do Corda, Bequimão, Brejo, Buritirana, Carutapera, Cedral, Centro do Guilherme, Codó, Coelho Neto, Conceição do Lago-Açu, Coroatá, Formosa da Serra Negra, Fortaleza dos Nogueiras, Fortuna, Governador Nunes Freire, Grajaú, Guimarães João Lisboa, Lago da Pedra, Lago do Junco, Lajeado Novo, Lima Campos, Magalhães de Almeida, Maracaçumé, Matinha, Milagres do Maranhão, Monção, Morros, Nina Rodrigues, Nova Colinas, Olinda Nova do Maranhão, Paraibano, Pedreiras, Peritoró, Pindaré-Mirim, Pinheiro, Pio XII, Presidente Dutra, Presidente Sarney, Presidente Vargas, Riachão, Rosário, Santa Luzia do Tide, Santa Luzia do Paruá, São Bento, São Bernardo, São Raimundo do Doca Bezerra, São Roberto, São Vicente de Ferrer, Sítio Novo, Tutóia e Zé Doca.

FONTE: Blog JORGE ARAGÃO

sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Flávio Dino inaugura comitê eleitoral em Sítio Novo com apoio de várias lideranças políticas locais

Wander Inácio, Flávio Dino e Roberto Rocha

O Candidato a Governador do Maranhão, Flávio Dino (PC do B), esteve na noite desta quinta-feira (07) na inauguração do Comitê Eleitoral que dará início a sua campanha em Sítio Novo.

Durante a inauguração, pode se perceber quais as principais lideranças políticas que darão apoio a sua campanha.

Estavam presentes e discursaram a favor do candidato, Wander Inácio, Levi Marinho, Humberto Nascimento e o Ex-Prefeito de Sítio Novo, Paulo Cruz.

Além destas lideranças, estava presente o Ex-Prefeito de Sítio Novo, João Alfredo Nascimento, que garantiu apoio a Flávio Dino.

Segundos fontes, Wander Inácio já prepara terreno para as eleições de 2016 e já conta com apoio de algumas lideranças políticas que não estavam presente por apoiar o candidato Lobão Filho (PMDB).

veja as fotos do evento